A Maratona Social

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Para fechar com chave de ouro o ciclo de registro do Hackathon da ABEME – a maratona de programação visando à educação sexual do jovem/adolescente -, é com prazer que apresentamos um institucional produzido especialmente para o evento. Com material colhido durante os dois dias nos quais rolou a competição (“Termo, aliás, que ficou em segundo plano, pois todas as equipes responsáveis saíram ganhando”, como diz Paula Aguiar, presidente da ABEME), o filme pretende dar um apanhado sobre a importância de acontecimentos como esse para a sociedade como um todo. O Hackathon foi uma iniciativa dos empreendedores Marcela Liz e Douglas Santana, e contou com o apoio de entidades como a ONU, a UnAids, e as Secretarias de Saúde do Estado de São Paulo e a de Cultura, Esportes e Turismo da capital.

Com direção de Emanuel Mendes (CEO da Sincronia, e também sócio de Douglas Santana no beeyou), o projeto do institucional teve a preocupação de não ser óbvio desde o início. Explica a produtora Janaína Zambotti – que coordenou todo o processo: “Procuramos selecionar não só as melhores imagens, os melhores depoimentos – que fossem diferentes daqueles que colhemos nos “Esquentas” (eventos que antecederam o Hackathon) -, mas também em dar um andamento distinto ao que geralmente se faz neste tipo de material: as imagens complementam os textos informativos e o ritmo às vezes segue o fluxo de pensamento dos envolvidos. Misturamos técnicas e texturas diferentes – vários tipos de câmera de vídeo, cor e preto e branco, além de um banco de imagens que já dispúnhamos nos arquivos da Sincronia. Acho que ficou interessante e bacana para os organizadores terem como registro deste importante acontecimento.”

Um outro detalhe chama a atenção no institucional e evidencia o cuidado na produção da peça: a música. “Esse é um aspecto que o Emanuel sempre priorizou em seus trabalhos – vide os filmes em curta-metragem que realizou”, conta Janaína. Para tanto, a Sincronia entrou em contato com o americano Chris Zabriskie, músico independente da cena de Nova York e ocasional cineasta com um pé no experimentalismo. “A música dele se encaixou perfeitamente com as imagens. Precisávamos também de um som mais etéreo, mais atonal, e também minimalista, que não fosse carregado no sentimentalismo – porque nessas horas, quando se fala nesse tipo de assunto (doenças, prevenção, adolescentes e relacionamentos), é muito perigoso cair no lugar-comum ou mergulhar em baldes de açúcar.”

Ainda há muita coisa a ser feita, e os próprios organizadores do Hackathon sabem que a iniciativa não pode – e não vai – parar por aqui. “Conseguimos aprovar o case do projeto em outras ações, como a Virada da Saúde“, conta Marcela Liz, “e pretendemos exibir esse institucional por lá e em outros eventos. Ainda há a possibilidade de se levar o case para outros países, tivemos propostas interessantes, entidades na Espanha e na França que assistiram ao Hackathon ao vivo, gostaram, se interessaram, e queremos que a Sincronia e sua equipe nos acompanhem e registrem tudo. A ideia é crescer e se transformar em algo muito mais abrangente – estamos batalhando devagarinho para tudo acontecer.”

Assista ao institucional e entenda:     

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.