É Tudo Mentira!

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Depois de um imbróglio que se arrastou por alguns anos – muito por causa de direitos autorais referentes ao uso da trilha sonora –, é com prazer que a Sincronia Filmes apresenta e deixa disponível pela primeira vez o making of de um dos primeiros trabalhos da casa, o do filme É Quase Verdade (2014), dirigido por Emanuel Mendes, owner e fundador da Sincronia. O projeto faz parte de uma série de trabalhos e retrabalhos que a produtora se dispôs a fazer agora neste início de 2021, o de remasterizar e recuperar todo o acervo mais antigo da empresa, e que precisava de cuidado e atenção, em comemoração aos seus dez anos de atividades no mercado, completados em agosto deste ano (veja post anterior).

Mistura de comédia e documentário (falso), e originalmente filmado em julho de 2011, É Quase Verdade conta a trajetória do mendigo Aparício (feito pelo ator e cartunista Pedro Ivo), entrevistado por uma equipe de filmagem nas ruas da capital paulista. Ele e seus amigos que vivem igualmente em viadutos e avenidas de São Paulo, desejam saber por que o cinema brasileiro nunca fez filmes com o pessoal de sua classe, “apenas com favelas, de violência e Nordeste”, em suas próprias palavras. Escrito por Mendes e seu corroteirista André Campos Mesquita (que também escreveu Amarar com o diretor), É Quase Verdade destilava um humor ácido em cima dos clichês e modus operandi do cinema feito no país, “e não agradou a classe artística quando em seu lançamento, talvez porque o tapa na cara e a crítica tenham sido meio doídos”, diz a produtora Janaina Zambotti, que cuidou do processo desde o começo. “De alguns festivais para os quais o Emanuel mandou o filme, ele ouviu de um deles a pergunta de que se ele era contra o cinema nacional (sic). Agora que o filme também foi inteiramente restaurado pela Sincronia, e os direitos com a trilha finalmente esclarecidos, achamos pertinente da mesma forma distribuirmos e divulgarmos os bastidores, de um trabalho feito no muque e na raça de forma super independente”, continua Janaina.

É Tudo Mentira dá um apanhado geral do que foram as filmagens do média-metragem de Emanuel Mendes – que levaram cerca de 4 dias: do vão do Masp, na Avenida Paulista, em São Paulo, a imagens captadas no centro da cidade, no Parque Dom Pedro II, e no aeroporto internacional de Guarulhos.

Assista abaixo ao resultado:        

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.