O VENENO CONTINUA DOCE

Compartilhar

Raquel Pacheco – a Bruna Surfistinha – Grava Vídeo de Campanha com a Sincronia

 

Da Redação

Notícias | 17 de Fevereiro de 2023

 

Com patrocínio da Fatal Model – a agência de acompanhantes e que trabalha com o mercado erótico e sensual há alguns anos –, a Sincronia Filmes realizou um vídeo para a campanha abraçada tanto pela empresa quanto por Raquel Pacheco, a ex-garota de programa celebrizada no livro O Doce Veneno do Escorpião (onde relatou todas as suas experiências e que acabou por virar best-seller e filme anos mais tarde), que procura chamar a atenção e denunciar o comportamento exibido por um dos repórteres da TV Bandeirantes – na unidade da Bahia da emissora. Acampada por outras personalidades e profissionais do meio, os vídeos repercutiram na internet em uma tentativa de a Band se retratar pelos comentários considerados preconceituosos e grosseiros. “A Raquel”, diz a produtora Janaina Zambotti, “foi totalmente ela mesma e absolutamente sincera no depoimento (que está no ar na rede e nas mídias sociais tanto de Pacheco quanto da Fatal Model), já que não apenas defende a classe – a qual ainda sofre bastante preconceito e especulação por parte da imprensa, das pessoas em geral e outros profissionais –, mas exibe uma faceta de transição, de uma pessoa que já possui uma experiência e uma bagagem de vida”, afirma.   

 

Intitulada Respeito, Segurança e Dignidade, a campanha é uma iniciativa da Fatal Model – que aliás procura desmitificar a ideia que a sociedade possui sobre acompanhantes e trabalhos relacionados – para chamar a atenção da mídia e profissionais sobre o geralmente equivocado mercado do erotismo e do sexo, que não apenas é um dos mais bem-sucedidos em todo o mundo, mas possui mais relação com saúde, empreendedorismo e educação do que se imagina. “Mas não é apenas isso”, continua Janaina, “estamos desenvolvendo alguns projetos em conjunto com a Raquel talvez ainda para este ano e no próximo – vários deles envolvendo marketing, publicidade e até audiovisual e cinema”, diz a produtora sem entrar mais em detalhes. “Na verdade, queremos explorar essa persona da Raquel”, diz Janaina, “que se transformou ao longo dos últimos anos” (Pacheco, além de não trabalhar mais no mercado do sexo, recentemente teve filhos e está com um estilo de vida diferente daquele que muitos a conheciam e/ou se acostumaram). Mas o veneno continua doce.  

 

_____