Transformando Tudo (De Novo!)

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Lançado há pouco nos EUA, o estabilizador de imagens Movi (produzido e fabricado pela Freely Systems, nome que já dá a entender tudo), promete mudar o cinema, e consequentemente a captação de imagens, para sempre. E outra vez. É uma transformação quase tão grande e importante quanto aquela promovida pelo Steadicam, cuja invenção, de autoria do inglês Garret Brown, lá nos idos dos anos 1970, mudou a forma como assistimos aos filmes, aos comerciais, aos documentários e todo tipo de material visual. Este novo aparato – na verdade um aparelho que consiste em um manche na forma de plataforma segurando a câmera, parecido com aqueles usados em helicópteros – acabou parando na mão de diversos fotógrafos que vêm se encantando com os resultados estáveis e fluídos da imagem. Por enquanto, não há lançamento no Brasil.

Qualquer um que já teve a oportunidade de operar e/ou segurar uma câmera (especialmente as pesadas câmeras de cinema) sabe que um dos aspectos mais frustrantes de sua manipulação é manter a imagem sem tremular. A rigor, um movimento fluído e bem composto é um dos pontos altos de qualquer produção primando pela excelência e qualidade. “O mais importante”, diz Vincent LaForet, diretor de fotografia de Los Angeles, e um dos maiores entusiastas na arte do movimento de câmera e seus derivados, “é que o Movi retira muito do pesado aparato que vinha até então acompanhando as produções. É leve, fácil de operar”, diz.

Alex Buono testa o Movi.

Outros fotógrafos e profissionais do cinema e da TV dos EUA também vêm endorsando o estabilizador. Para Alex Buono, diretor de fotografia do Saturday Night Live, o Movi já é um grande candidato para uso no programa – até porque muito de seu trabalho no SNL – incluindo a icônica abertura – é baseado no movimento de câmera e estabilização da imagem. “Vão haver aplicações que ninguém poderia ter previsto ou antecipado”, diz Buono. “Este é um dos pontos engraçados de se usar esse aparato: você começa a ter ideias que anteriormente eram impraticáveis. Que tal filmar do dorso de um cavalo ou fazer uma sequência em alta velocidade dentro de um barco? Definitivamente, agora com o Movi, a possibilidade de se criar cenas e efeitos com elas a partir desses movimentos antes usados com a Steadicam ou o Technocrane é infinita. O que você for fazer com ele só vai ficar restrito à sua criatividade.”

Nós da Sincronia ainda não tivemos oportunidade de testar o equipamento (e é bem provável que isso demore um certo tempo, já que por enquanto o preço é bastante salgado, até para os padrões dos Estados Unidos, cerca de 15 mil dólares), mas o que pudemos ver de testes aplicados e postados na internet foi o bastante para nos deixar impressionados. “Os resultados são espetaculares”, concorda A. Nakamura, gerente de produção da casa. “É o Come play with us, Danny, elevado à máxima potência.” (Nakamura se refere à célebre cena de O Iluminado, filme de Stanley Kubrick, no qual as garotinhas gêmeas dizem o diálogo acima depois de o menino Danny Lloyd chegar até elas pelos labirínticos corredores do hotel mal assombrado – cena, inclusive, filmada com a já comentada Steadicam de Garret Brown.)

Mas para ilustrar nosso entusiasmo com o Movi, segue abaixo um vídeo de testes com o equipamento realizado por Vincent LaForet em Nova York. O resultado, como vocês poderão ver, é absolutamente espetacular:


>Cortes Curtos: O Making Of De O Homem Que

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.